Novembro 26, 2022
Ouça a Rádio Arca aqui!

Cantora irrita regime chinês por se declarar cristã e lançar álbum Featured

Cantora irrita regime chinês por se declarar cristã e lançar álbum Cegonha (Foto: Reprodução/Canva)

Cantora irrita regime chinês por se declarar cristã e lançar álbum

 

 

Apesar da repressão do governo Comunista da China, GEM não se intimidou ao professar sua fé

 

GEM, cantora chinesa famosa, recentemente se declarou cristã no lançamento de seu álbum de músicas que são baseadas em passagens bíblicas.

 

De acordo com informações, apesar da repressão do governo Comunista da China, GEM não se intimidou ao professar sua fé.

 

 

Deng Ziqi, nome original de GEM, é considerada a Taylor Swift da China. Sua carreira despontou no ano de 2014, quando participou de uma reality show. Atualmente ela acumula mais de 200 milhões de visualizações no YouTube.

 

Em agosto desse ano, a cantora lançou 14 músicas em seu novo álbum chamado “Revelation”. O álbum fala sobre a jornada de GEM em sua fé cristã, além de passagens bíblicas.

 

GEM, que tem 31 anos, disse em uma entrevista que as 7 primeiras canções do novo álbum, são como uma conversa com Deus, e as últimas são as respostas de suas orações.

 

“Gloria” é uma das principais músicas desse novo álbum de GEM. O clipe já teve 3 milhões de visualizações.

 

De acordo com a cantora, o clipe e essa canção fala refletem a respeito da descoberta da fé em meio a incredulidade.

 

“Neste mundo onde o amor é extremamente necessário, confio que posso fazer o meu melhor para criar obras que façam as pessoas mais uma vez verem o amor, acreditarem no amor e voltarem a amar. Portanto, não importa quantos contratempos existam no caminho, desde que eu possa superá-los”, declarou GEM.

 

Por conta de sua posição firme a respeito da fé cristã, GEM está sendo censurada pelo Partido Comunista da China e controlada pelas autoridades.

 

Acredita-se que ela está sendo monitorada por se mostrar contrária à intervenção chinesa em Hong Kong, defendendo a democracia do país.

 

A China hoje ocupa o 17º lugar na Lista Mundial da Perseguição 2022 elaborada pela Missão Portas Abertas, que monitora a hostilidade aos cristãos ao redor do mundo.

 

“A vigilância na China está entre as mais opressivas e sofisticadas do mundo. A frequência à igreja é rigorosamente monitorada e muitas igrejas estão sendo fechadas – sejam elas independentes ou pertençam ao Movimento Patriótico das Três Autonomias”, resume a Portas Abertas.

 

Creditos: Gospel Prime

Rate this item
(0 votes)
Last modified on Terça, 30 Agosto 2022 16:36

Latest Tweets

RT @andreporci: Tiraram o cara da cadeia. Da CADEIA!
RT @juniormelorn_: Bolsonaro entrou com uma ação criminal contra Gleisi e Lula agora há pouco!
RT @EdRaposo_: Generais dão aval a Bolsonaro. Enquanto isso o STF recebe a oportunidade de isolar Moraes - assim, talvez, alguns poderiam s…
Follow Otávio Guilherme on Twitter

Post Gallery

A Rádio Arca em seu celular 24 horas

Anjos - a natureza dos anjos

Filho de líder ateísta se converte e hoje é pastor

Coluna do “pórtico de Salomão” é desenterrada em Jerusalém

Eu Colherei - Remix por DJ Adelson

Leitura da Bíblia cresce perto do Natal, indica pesquisa

Visita de Trump a Israel pode ter consequências proféticas

Teólogo pede que cristãos não esqueçam: “A Ressurreição mudou tudo”

Após atentado islâmico, versículos bíblicos tomam ruas de Londres