Novembro 26, 2022
Ouça a Rádio Arca aqui!

Eminem grava música clamando a Jesus, a quem chama de Salvador Featured

Eminem grava música clamando a Jesus, a quem chama de Salvador Cegonha (Foto: Reprodução/Canva)

O rapper Marshall Mathers, conhecido pelo nome artístico Eminem, ficou conhecido mundialmente por suas letras de rap violentas e irreverentes, explicitando seus problemas familiares e também psicológicos. Agora, ele gravou um remix de uma música gospel de Kanye West.

Embora a iniciativa de regravar uma música gospel não seja um sinal de conversão ao Evangelho – e no caso de Eminem também não signifique uma mudança de postura pública – o lançamento virou notícia no meio cristão nos Estados Unidos.

A letra de sua intervenção no remix de Use This Gospel, originalmente lançada no álbum “Jesus Is King”, de Kanye West, reconhece a fé em Jesus Cristo, a quem refere como Salvador.

A produção musical do remix foi feita por Khaled Mohammed, conhecido como DJ Khaled e seguidor do islamismo. A faixa com Eminem – e com a letra que contraria a fé islâmica – está no disco “God Did”, lançado em 26 de agosto e que se tornou o mais ouvido dos Estados Unidos desde então.

O refrão começa com uma declaração de West, que tornou pública sua conversão ao Evangelho há alguns anos: “Use este Evangelho para proteção. É um caminho difícil para o céu. Apelamos às Tuas bênçãos. No Pai, colocamos nossa fé; Rei do Reino, nossos demônios estão tremendo. Santos anjos defendendo. No Pai, colocamos nossa fé”.

Os versos de Eminem adicionados no remix falam sobre a ação maligna de satanás e da ajuda divina: “Estou aguentando, mas não sei se aguento muito mais. Hoje é o dia em que coloco toda a minha confiança e fé em Ti, Pai. Por favor, deixe esse ódio me tornar mais forte. Antes que eles se voltem contra mim como zumbis. É como se eu estivesse sendo estrangulado inconsciente, quando a tentação é quase como se satanás estivesse controlando”.

Mais adiante, Eminem diz: “Então meu Salvador eu O chamo para me resgatar dessas profundezas do desespero. Então é melhor que esses demônios recuem um degrau, Ele é meu pastor. Estou armado com Jesus, minha arma é a oração. Assim que eu o busque, sou abençoado como numa chuva. Me chame de Yeezus, estou ferrado na cabeça, talvez eu seja maluco. Independentemente, nunca afirmei ser impecável, assim como os erros, que reconheci”.

Problemático

De acordo com informações do portal The Christian Post, ao longo dos anos Eminem discutiu abertamente sua luta com problemas de saúde mental, e em tempos passados, as imagens sombrias que ele descrevia em suas letras eram exatamente o oposto de glorificar a Deus.

Porém, nos últimos anos, parece que ele direcionou atenção à Bíblia. Na versão remix de Use This Gospel, Eminem conclui seus versos dizendo que mantém “a Bíblia ao meu lado como um rifle com um presente dado por Deus. Todos os dias agradeço a Deus, é por isso que presto tanta homenagem. Louvores a Jesus, eu sempre”.

Na empolgação, muitos cristãos podem achar encorajador ouvir um dos artistas mais profanos dos anos 2000 falar tão abertamente sobre Jesus em 2022, mas o homem de 49 anos ainda está em uma jornada, já que há poucos dias ele participou do MTV Video Music Awards ao lado de Snoop Dogg para uma performance onde ambos fizeram apologia à maconha, embora tenha feito uma ressalva de que estava sóbrio.

 

 

credito: Gospel+

Rate this item
(0 votes)
Last modified on Sexta, 02 Setembro 2022 12:05

Latest Tweets

RT @andreporci: Tiraram o cara da cadeia. Da CADEIA!
RT @juniormelorn_: Bolsonaro entrou com uma ação criminal contra Gleisi e Lula agora há pouco!
RT @EdRaposo_: Generais dão aval a Bolsonaro. Enquanto isso o STF recebe a oportunidade de isolar Moraes - assim, talvez, alguns poderiam s…
Follow Otávio Guilherme on Twitter

Post Gallery

A Rádio Arca em seu celular 24 horas

Anjos - a natureza dos anjos

Filho de líder ateísta se converte e hoje é pastor

Coluna do “pórtico de Salomão” é desenterrada em Jerusalém

Eu Colherei - Remix por DJ Adelson

Leitura da Bíblia cresce perto do Natal, indica pesquisa

Visita de Trump a Israel pode ter consequências proféticas

Teólogo pede que cristãos não esqueçam: “A Ressurreição mudou tudo”

Após atentado islâmico, versículos bíblicos tomam ruas de Londres